segunda-feira, 15 de novembro de 2010

[on the edge]


Cheguei ao meu breaking point. A vontade pra fazer o que quer que seja é nula. Impus a mim mesma que faltar as aulas é inadmissível e por isso tenho feito um esforço. Os comprimidos não fazem nada e é preciso chegar a este ponto, em que não consigo lidar com nada e as lágrimas são a única maneira de me libertar do sufoco, para que chegue a casa ao fim de semana e em vez da guerra habitual, haja paz. Se pudesse dormia até não conseguir mais, mas adormecer é cada vez mais difícil e o cansaço que daí advém é cada vez mais evidente. Estou cansada de tudo, mas ainda não morri por dentro e aos poucos sei que vai tudo voltar ao normal.

3 comentários:

joninel disse...

nice blog here

Alina A. disse...

great pic.xx

http://provocativecouture.blogspot.com/

Cris disse...

UAU!
Como eu me vejo neste texto!